top of page
  • Foto do escritorRenato Araújo

Como Elaborar Estratégia de Marketing para Agências de Viagens?

sistema para agência de viagens

Tão importante quanto ter um bom produto é fazer com que clientes o conheçam. Isso vale para qualquer negócio, inclusive o das agências de viagens. É por isso que um sistema para agência de viagens costuma ter funções, por exemplo, envio de e-mails marketing ou mensagens publicitárias noutras plataformas.


Mas um bom marketing para uma agência de viagens não é algo simples de se fazer. Por isso há vários profissionais de marketing, além de agências, que se dedicam especificamente a elas. 


Ainda assim, é comum que profissionais que atuam com agências de viagens não saibam muito bem por onde começar quando procuram ações de marketing. 


O Relatório Mundial de Viagens de Turismo divulgado no início de 2024 projeta um crescimento do setor na ordem de 8% no mesmo ano, no mundo todo. Além disso, faz projeções até 2028 de crescimento de 3,47% ao ano. 


Com um setor em crescimento, pensar estratégias para divulgar bons produtos que atraiam clientes que tendem a comprar cada vez mais é um imperativo para profissionais do setor.


Travel Trends e tendências do marketing para viagens

O Travel Trends é um relatório internacional divulgado todos os anos e, sendo um dos mais completos e robustos em termos de dados, é o que mostra as principais tendências para o turismo a nível mundial.


O Travel Trends é um grande relatório produzido pela Labelium e voltado ao mercado de turismo. A Labelium é uma consultoria de performance digital para empresas de turismo, moda e artigos de luxo e beleza, e produz o Travel Trends em parceria com a Expedia, empresa de comércio eletrônico. O levantamento considera dados coletados no Google, na Organização Mundial de Turismo, em sites de grandes empresas de turismo como a Booking.com e muitas outras.

E o Travel Trends 2024 faz alguns apontamentos que indicam caminhos que as agências de viagens devem tomar nos próximos anos. Algumas apontam para o marketing, e nelas focamos neste artigo.


Um exemplo delas é o apontamento da crescente em termos de estratégias de marketing digital. Uma tendência que vem sendo mostrada é a importância dos influenciadores digitais nas estratégias de marketing das empresas de turismo, entre elas as agências de viagens.


Muitas vezes associamos estratégias de marketing com influencers às redes sociais mais usadas, como o Instagram e o TikTok, o que não é errado. Porém, nos últimos anos, como mostra o Travel Trends, a presença deles em plataformas de comércio eletrônico como a Tratch, Luxury Travel Hackers e a TrovaTrip, que experimentam rápido crescimento no mercado — 236º lugar dentre 5 mil empresas de crescimento rápido nos Estados Unidos em 2023 — têm na presença deles um fator central.


E a operação geralmente é simples. Perfis com 10 mil a 100 mil inscritos compartilham links das plataformas, com condições especiais para quem adquirir pacotes e outros produtos turísticos via seus perfis, atraindo clientes e divulgando ações das empresas.


Mas perfis menores também têm grande importância nesse mercado. Por exemplo, influenciadores com perfis que tenham entre 1.000 e 10 mil inscritos — os chamados nano influenciadores — vêm se mostrando ótimas alternativas para o turismo local. 


Uso de vídeos e inteligência artificial

O relatório mostra uma centralidade das ações de marketing no turismo usando as plataformas de vídeo, como o TikTok e o Instagram. A tendência apontada pelo Google Trends mostra que cada vez mais as plataformas adotam vídeos longos e curtos, criando conteúdos e não se restringindo apenas a vídeos informativos de seus conteúdos, de maneira a fidelizar clientes e gerar compras nativas em seus sites.


Por exemplo, ações em que o produto, como um pacote com viagem, hospedagem e excursões dentro do destino escolhido, venha junto com um conteúdo criativo produzido na plataforma da agência ou empresa de turismo.


Outra tendência apontada é do crescimento do uso das inteligências artificiais. Na medida em que elas se tornam mais sofisticadas, mais possibilidades ficam disponíveis para que as agências de viagens possam explorar nas suas estratégias de marketing.


Elas fornecem ferramentas de pesquisa mais detalhadas, indicando públicos e segmentos que procuram mais ou menos determinados destinos e quando, por exemplo. Nesse sentido, elas ajudam a esmiuçar perfis de maneira mais detida, dando margem para ações mais verticalizadas.


Mais que isso, o uso da inteligência artificial generativa é uma realidade que precisa ser encarada com a devida atenção. Imagens, vídeos e áudios, por exemplo, usados com as devidas informações e pesquisas, podem impactar na qualidade dos produtos e nas ações de marketing.


Em síntese, usar ferramentas de inteligência artificial para aumentar o potencial de segmentação das ações de marketing de uma agência de viagens, além de otimizar sua criação, são tendências atuais e que devem se aprofundar nos próximos anos. 


Tentativa e erro

Quem acompanha redes sociais, por exemplo, sabe que a dinâmica delas é intensa. O que hoje domina as preferências do público, pode ser completamente deixado de lado no próximo ano, e vice-versa. Outro ponto é que as mudanças nas plataformas também implicam mudanças nos formatos dos conteúdos, e no conjunto a própria interlocução do público com o conteúdo também muda muito rapidamente.


Por isso, uma tendência que o Travel Trends 2024 também mostra é de que o sucesso das ações de marketing está intimidante atrelado à capacidade de se adaptar a essa dinâmica. Assim, as empresas que promovem mais ações de sucesso em termos de marketing no setor de turismo também são as que testam mais, usam novos formatos e plataformas e estão sempre procurando novas soluções.


Em suma, é uma dinâmica de tentativa e erro, propriamente. Algumas ações não darão certo, e exigem novas ideias e soluções. As que fizeram sucesso, em algum momento precisarão ser substituídas e a criatividade e capacidade de inovar da empresa ficam constantemente testadas.


Estratégias de comércio social

Existem dois conceitos chave aqui, que são o de social commerce e comércio social — que apesar da semelhança semântica, não são sinônimos. 


O social commerce define o comércio diretamente nas redes sociais, enquanto o comércio social é um conceito segundo o qual a experiência de compra como um todo, da descoberta do produto à operação de compra e o processo de pós-venda, são feitos dentro da mesma plataforma. 


O Relatório Mundial de Viagens de Turismo mostra que até 2028 essas operações, junto com outras de venda online, irão representar quase 80% do mercado de turismo no mundo. E isso requer atenção das agências de viagem.


Por exemplo, é preciso repensar a ideia de usar uma plataforma para divulgar o produto e se limitar a indicar nela o caminho para que um possível cliente vá até o link do produto e o adquira. As possibilidades com maior chance de sucesso são as que conseguem centralizar a experiência da avaliação do produto e da compra no mesmo local, agilizando o processo e envolvendo o cliente.


Resumidamente, quanto mais a ação de marketing e a operação de aquisição do produto no seu conjunto se aproximarem, melhor.


Algumas dicas gerais


marketing agência de viagens

Depois de ver algumas tendências apontadas por estudos internacionais sobre o mercado de turismo, para colocar em prática alguns de seus apontamentos é importante também revisar o básico.


Falamos muito, por exemplo, sobre a tendência de se integrar as experiências de venda, produção de conteúdo criativo e ações de marketing na mesma plataforma. Mas isso é impossível em uma plataforma que seja desatualizada ou de má qualidade.


Uma boa agência de viagens deve ter um bom site, com design limpo e arrojado, com informações claras e acessíveis. Além disso, é cada vez mais imprescindível que um site seja responsivo — ou seja, que funcione normalmente, com todas as suas funcionalidades, tanto nos computadores quanto nos dispositivos móveis.


Bons sites também focam na conversão, ou seja, ações e funções que levam os clientes a fazerem sua compra. E também facilitam, com operações e opções simples e claras para a conclusão dela.


É importante também atuação nas redes sociais. Não somente ter perfis e postar conteúdos, mas ter atenção nos formatos que estão mais em evidência e manter suas redes ativas e com conteúdos atualizados. 


Como dissemos acima, é necessário também uma capacidade de se adaptar à dinâmica sempre intensa das redes, sua capacidade de mudar as relações entre pessoas e conteúdos, ou mesmo de reinventar suas funções.


Por fim, um e-mail marketing, por mais que as opções de marketing digital estejam cada vez mais diversificadas, ainda tem muita utilidade. Segundo o Statista, plataforma especializada em inteligência de mercado, até 2023 haviam cerca de 4,3 bilhões de usuários de e-mail no mundo, sendo 46% deles lidos em dispositivos móveis. Não surpreende, então, que 87% das campanhas de marketing do mundo usam o e-mail como uma ferramenta.


Por isso que o sistema para agência de viagens da Excapy, referência neste mercado, inclui entre suas funcionalidades um gerenciamento e automatização de envios de e-mail marketing. 


Há planos do sistema para agências de turismo da Excapy para empresas de todos os tamanhos, com inúmeras funcionalidades que automatizam e integram os processos financeiros, operacionais e administrativos da empresa.


9 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page